Conheça a evolução do treinamento empresarial e as principais tendências da área 

September 29, 2020

Desde o início da Quarta Revolução Industrial, também conhecida como Indústria 4.0 a área de Recursos Humanos têm ganhado cada vez mais espaço com um setor estratégico para o crescimento da empresa. Como parte desse crescimento, o treinamento corporativo têm ganhado muito espaço nesse cenário. Chiavenato, professor e consultor administrativo já disse em 2009 “Desenvolva as pessoas e elas desenvolverão a organização”. Se antes o RH era visto apenas como um setor acessório, ele finalmente começou a assumir seu papel estratégico. 


Para aplicar treinamento corporativos e saber exatamente onde concentrar seus esforços, é necessário conhecer a história dessa tática e estar atualizado das tendências da área. Isso porque o treinamento corporativo está em desenvolvimento e crescimento contínuo e quem deixa de acompanhar essas tendências, está fadado a perder competitividade no mercado. 


Por isso, separamos aqui informações essenciais para que você possa conhecer e se inteirar bem do assunto. Então, continue conosco e entenda como surgiu o treinamento empresarial, como ele evoluiu ao longo dos anos e conheça as principais tendências da área para 2021. 


Leia também nosso artigo com 7 temas essenciais para o seu treinamento corporativo!

Como surgiu o treinamento empresarial 

Acredite ou não, mas o treinamento em si é datado de períodos pré-históricos. Atividades essenciais para a sobrevivências como a pesca, caça e colheita eram passadas pelos integrantes de um mesmo grupo, para fortalecer aquela organização. 


No entanto, o treinamento aplicado ao meio empresarial começou a ser arquitetado e estudado apenas com a aplicação do taylorismo nas indústrias. Naquela época, estudos começaram a apontar que as condições de trabalho e o envolvimento da pessoa com o ambiente afetavam de forma direta sua produtividade. Nesse momento, a área de Recursos Humanos começou a surgir e assumir um papel focado no aumento da produção, focado na questão humana. 


Com o tempo, as Revoluções Industriais foram nos mostrando que a mão de obra operacional não tão relevante mais quanto era antes. Agora, o que realmente importava era uma mão de obra especializada, focada em tarefas estratégicas e muito menos operacionais. 

A evolução do treinamento empresarial

Logo no início do século XX as empresas observaram o impacto da falta de envolvimento dos funcionários com o negócio; a produtividade não estava satisfatória. Em uma tentativa de remediar isso, as empresas começaram a dar prêmios por produtividade. No entanto, foi observado que mesmo oferecendo esses prêmios, se as pessoas não tivessem conhecimento do processo, o resultado nunca seria suficiente. Assim, criou-se a necessidade do treinamento empresarial. 


Como é possível perceber, o treinamento surgiu com o objetivo de trazer benefícios para a empresa e para a produção. No entanto, ao longo do tempo foi-se construindo uma mentalidade de valorização do profissional e, com isso, o foco do treinamento empresarial foi aos poucos se deslocando para o lado humano. 


Hoje, investir no profissional significa aumentar a retenção de talentos, fortalecer a empresa como uma employer branding, diminuição do turnover, dentre muitas outras vantagens. Por isso, para que você possa tirar proveito de todos esses benefícios, separamos a seguir as principais tendências da área de treinamento empresarial. 

Tendências atuais de treinamento empresarial 

O treinamento empresarial já se mostrou muito efetivo e trouxe grandes resultados na performance corporativa. Por isso, as pessoas continuam com o objetivo de desenvolver essa prática. Então vamos às principais tendências?

  • Pedagogia empresarial: muito além do RH, a pedagogia empresarial estuda maneiras de aprimorar o conhecimento e até mesmo o comportamento dos colaboradores, utilizando metodologias atuais como o ensino à distância e gamificação. A pedagogia empresarial é mais utilizada para desenvolver soft skills, como trabalho em grupo, criatividade, empatia, etc. 
  • Microlearning: é uma técnica de aprendizado que visa aprimorar os conhecimentos do funcionário de maneira sutil e gradual. O microlearning é focado em um assunto específico e com aprendizados de 2 a 5 minutos o colaborador poderá ao final de um certo período de tempo ter aprendido muito sobre o tópico específico. Essa técnica dribla a procrastinação, por exemplo.
     
  • E-learning: é uma forma de educação à distância que busca tirar o melhor que a tecnologia nos oferece para aprimorar as técnicas de aprendizagem. Além de representar uma grande economia de tempo de deslocamento, o e-learning busca interagir com o profissional, estruturando recursos audiovisuais para envolver a pessoa e otimizar seu aprendizado. 
  • Coachs e mentorias: essa técnica também é mais focada do desenvolvimento de soft skills e na estimulação da vontade de aprendizado por parte do profissional. Muitas empresas têm adotado esse método como forma de desenvolver líderes internamente e suprir essa necessidade da empresa sem ter que gastar muito tempo e capital buscando profissionais qualificados fora da empresa. 
  • Educação como benefício: oferecer cursos, palestras e eventos como benefício para os seus funcionários é uma ideia excelente ideia para aumentar a produtividade do funcionário e fidelizá-lo na empresa. Aqui, o único problema são as burocracias que normalmente envolvem esse processo, como reembolsos, etc. 
  • Learning Experience Plataform (LXP): a empresa deve, hoje, oferecer todos os recursos que os colaboradores precisam para se desenvolverem, mas deixar o caminho livre para que sejam protagonistas do seu próprio desenvolvimento. Isso é exatamente o que um LXP pode prover para sua empresa.

Educação como benefício e protagonismo com a SkillHub

Você pode oferecer muitos benefícios empresariais para fortalecer o capital intelectual da sua empresa e a educação com certeza é um deles! No entanto, como mencionamos, muitas pessoas não se sentem atraídas por essa prática por envolver muitas burocracias. Por isso, a SkillHub criou um LXP para que você possa oferecer o treinamento e desenvolvimento como benefício para os seus colaboradores. 


Como funciona? Digamos que todo mês ou como forma de bonificação o funcionário tenha um valor X para utilizar em cursos e afins. Esse valor ficará disponível na plataforma da SkillHub e o colaborador poderá utilizá-lo como quiser. Na plataforma, existem diversos cursos de várias instituições educacionais a valores muito menor do que normalmente seriam, uma vez que a SkillHub possui parceria com essas instituições! 


Além disso, os colaboradores podem interagir e compartilhar todo tipo de conteúdo entre si, montando trilhas personalizadas para o seu desenvolvimento. 


Quer entender um pouco mais sobre como funciona ou quer ser um parceiro? Entre em contato conosco